Exames

 
  • Aberometria
  • Angiofluroceinografia
  • Humphrey – Campimetria (Campo visual)
  • Capsulotomia (Yag Laser)
  • Topografia de Córnea
  • USG ou Ecografia
  • Visante (Pentacan)
  • Curva Tonométrica
  • Paquimetria
  • Retinografia Colorida
  • Sobrecarga Hídrica
  • Teste ortóptico
  • Tonometria
 
  • Ecobiometria de Coerência Ótica
  • OCT
  • OPTEC
  • PAM (Potencial de acuidade macular)
  • Fotocoagulação à LASER
  • Gonioscopia
  • IOL Master
  • I -Trace (Sensibilidade ao contraste objetivo)
  • Mapeamento de Retina
  • Matrix (FDT)
  • Microscopia Especular Corneana

Consultas Oftalmológicas

Catarata

Na consulta de Catarata em geral dilatam-se as pupilas para que o médico oftalmologista cirurgião possa realizar os exames pré-operatórios (Mapeamento da Retina, Ceratometria, Biometria Ultra-sônica e Microscopia Especular) - Ver Exames Avançados

Córnea e Doenças Externas

Na consulta de Córnea e Doenças Externas, em geral não dilatam-se as pupilas e será realizado exame clínico minucioso para diagnosticar doenças oculares
Ex.: Úlceras de córnea, Conjuntivites de diversas formas, Blefarites, Ceratites, etc.

Estrabismo

Na consulta de Estrabismo em geral dilatam-se as pupilas, o médico oftalmologista especialista fará um diagnóstico para cada caso.

Glaucoma

Na consulta de Glaucoma, em geral não dilatam-se as pupilas, o médico oftalmologista especialista em glaucoma mede a pressão intra-ocular, fotografa o nervo óptico, faz um estudo simples do ângulo (gonioscopia) e utiliza a mais alta tecnologia da Oftalmoclinica.

Plástica Ocular

Na consulta de Plástica Ocular, em geral não se dilata a pupila, o médico oftalmologista especialista fará uma avaliação funcional e estética, e indicará caso necessário uma cirurgia plástica óptica.

Retina e Vítreo

Na consulta de Retina e Vítreo em geral dilatam-se as pupilas para que o médico oftalmologista retinólogo possa diagnosticar patologias vítreo-retinianas de alta complexidade através de exame clínico minucioso com auxílio de equipamentos de última geração disponíveis na clinica

Uveítes

Na consulta de Uveítes, em geral dilatam-se as pupilas para que o médico oftalmologista especialista possa realizar o exame clínico de forma mais precisa e diagnosticar o tipo de Uveítes.

Visão Subnormal

Na consulta de Visão Subnormal para que o médico oftalmologista especializado possa acompanhar a evolução da patologia e informar ao portador os recursos existentes para auxiliar a leitura, e a visão de longe, onde são testados lupas, telelupas e sistema para TV.

Exames Avançados

Adaptação de Lentes

Em geral não é necessário dilatação da pupila.
PASSO A PASSO:

  1. Faz o teste de visão de cor para se ter os diagnósticos de algumas distrofias visuais
  2. Resultado do exame é entregue de imediato.

Angiografia Fluoresceínica Digital

É necessário a dilatação da pupila.
PASSO A PASSO:

  1. Injeta-se um corante (Fluoresceína Sódica) na veia do braço
  2. Fazem-se as fotografias do olho durante 3 minutos
  3. Não é necessário jejum
  4. Gestante pode realizar o exame
  5. O resultado do exame é entregue de imediato

 

Biometria Ultra-sônica (Ecobiometria)

Em geral dilata-se a pupila.

  • Ceratometria é a medida da curvatura da córnea.
  • Ecobiometria ocular é a medida do comprimento do olho

PASSO A PASSO:

  1. No ecobiômetro, equipamento de última geração é medido a dioptria da lente a ser implantada na cirurgia de Catarata
  2. Resultado entregue de imediato.

Campimetria Computadorizada

Detecta alterações no campo visual que na grande maioria das vezes são imperceptíveis para o paciente, e tem aspectos característicos para cada tipo de doença. O exame consiste em se apresentar estímulos luminosos em diferentes regiões do campo de visão para que sejam detectados pelo paciente. É um método que depende fundamentalmente da informação do paciente.

Não é necessário a dilatação da pupila.
PASSO A PASSO:               

  1. O paciente faz o exame orientado pelo médico
  2. Serve para avaliar a perda de campo visual

Resultado entregue de imediato.

Curva Tensional

Realiza várias medidas da pressão intraocular, com intervalos de 2 horas. Serve para saber qual é a amplitude, a média e o pico da pressão intraocular durante o intevalo medido.

Não é necessário a dilatação da pupila.
PASSO A PASSO:
Fazem-se três medidas alternadas da pressão intra-ocular PIO, iniciando a primeira pela manhã.

Ecografia Ocular

Não é necessário a dilatação da pupila.
PASSO A PASSO:
1. O paciente faz o exame orientado pelo médico;
2. Serve para avaliar a perda de campo visual;
3. Resultado entregue de imediato.

Gonioscopia

Mostra qual o aspecto do ângulo formado entre a córnea e a íris (ângulo da câmara anterior). É fundamental para definir qual o tipo de glaucoma: ângulo aberto ou fechado, e determinar a estratégia de tratamento. É um exame rápido, porém de difícil interpretação. Realizado com o uso de lentes especiais (Sussman, Possner ou Goldmann). São aplicadas gotas de colirio anestésico previamente Mostra qual o aspecto do ângulo formado entre a córnea e a íris (ângulo da câmara anterior).

Não é necessário a dilatação da pupila.
PASSO A PASSO:

  1. O médico avalia o seio camerular ou ângulo do olho do paciente através de equipamento acessório específico
  2. O resultado do exame é entregue de imediato.

ICG - Videoangiografia Digital

É necessário a dilatação da pupila.
PASSO A PASSO:

  1. Injeta-se um corante (Verde de Indocianina) na veia do braço
  2. Fazem-se as videoangiografias durante 25 minutos
  3. Não é necessário jejum
  4. Gestante pode realizar o exame
  5. O resultado do exame é entregue de imediato

Mapeamento de Retina

Exame realizado pelo oftalmoscópio indireto, permite a análise de todas as estruturas da retina, nervo óptico e vítreo. É possível diagnosticar ou avaliar a evolução de doenças sistêmicas como diabetes e hipertensão arterial. Patologias oculares como descolamento de retina, degenerações retinianas, doenças da mácula, tumores, oclusões vasculares, infecções retinianas e outras podem ser visualizadas por esse exame que é realizado com as pupilas dilatadas com colírios e não requer nenhum preparo especial.

Em geral dilata-se a pupila.
PASSO A PASSO:

  1. O médico avalia a retina do paciente fazendo um mapa
  2. O resultado do exame é entregue de imediato.

Microscopia Especular

Fotografa as células endoteliais, permitindo uma análise quantitativa e qualitativa do tecido que reveste a superfície interna da córnea, auxiliando o oftalmologista em todas as cirurgias que envolvem o ambiente intraocular. Não é necessáro nenhum preparo prévio do paciente, nem a instilação de nenhum tipo de colírio. Avalia as condições do endotélio (camada mais interna) da córnea. Confere mais segurança na cirurgia de catarata.

Em geral não é necessário a dilatação da pupila.
PASSO A PASSO:

  1. É realizada a avaliação qualitativa e quantitativa das células endoteliais da córnea
  2. Pré-operatório de cirurgia refrativa
  3. Resultado do exame é entregue de imediato.

Consulta Online



Todos os Direitos Reservados © Oftalmoclinica 13 de Maio
Clinica Dr. José Nilson S/C Ltda | CNPJ: 12.209.664/0001-44
Av. 13 de Maio, 1806 – Fátima - Fortaleza - CE
Telefone: (85) 3243-4477 CEP: 60.040-531 – Fortaleza - Ceará - Brasil