Síndrome do Olho Seco

A Síndrome do OLHO SECO é uma patologia que a cada dia nos deparamos mais em nossos consultórios. Pacientes com olhos secos se queixam frequentemente de sensação de areia, COCEIRA, ARDOR, fotosensibilidade, olho vermelho e secreção mucosa. Essas queixas podem se manifestar isoladamente ou com menor ou maior intensidade, dependendo da causa. As LÁGRIMAS são produzidas quando a pessoa chora ou quando nossos olhos apresentam alguma IRRITAÇÃO.

As lágrimas, no dia a dia têm uma função muito mais importante. Uma película de lágrima é espalhada na superficie dos OLHOS quando a pessoa pisca, lubrificando-os. Sem essa lubrificacão não é possível ter uma boa visão. A película consite em 3 camadas: oleosa, aquosa e mucosa. A camada oleosa é a mais externa e é produzida por pequenas glandulas na extremidade das PÁLPEBRAS, chamadas glandulas de Meibomianas. Sua principal função é o retardamento da evaporação da lágrima. A camada aquosa é produzida por pequenas glandulas espalhadas dentro da CONJUNTIVA. Uma delicada membrana forma-se no interior da pálpebra e cobre o globo ocular. Esta camada limpa e expele partículas estranhas ao olho. A camada mais interna é a mucosa, consiste na produção de muco por outras células na conjuntiva. Esta camada permite que a camada aquosa se espalhe na superficie do olho e ajuda-o a se manter úmido. Sem o muco, as lágrimas não poderiam se aderir ao olho. O ato de piscar ajuda a lubrificar os olhos, espalhando as lágrimas por sua superfície. Quando se pisca as lágrimas são forçadas para dentro em direção ao nariz, onde são drenadas através dos canais lacrimais. Quando há uma deficiência nesse mecanismo pode ocorrer a Síndrome do Olho Seco. A produção de lágrimas diminui com a idade sendo que pode ser até 60% menor aos 65 anos do que aos 18 anos,e é mais freqüente nas mulheres, especialmente após a menopausa.

O que pode ocasionar o olho seco?

Fatores ambientais como vento, grandes altitudes, locais muito ensolarados e baixa umidade aumentam a evaporação das LÁGRIMAS e reduzem a lubrificação dos olhos. As LENTES DE CONTATO também podem ser responsáveis pela evaporação das lágrimas, causando IRRITAÇÃO e, algumas vezes, infecção e DOR. É bom lembrar que certos MEDICAMENTOS também diminuem a capacidade de produção das lágrimas. Podemos citar entre eles os descongestionantes, os antialérgicos, os diuréticos, os antidepressivos, os remédios para doenças cardíacas e úlceras, os anestésicos e todas as drogas que contém betabloqueadores. Pessoas com olhos secos, boca ressecada e artrite são prováveis portadores da SÍNDROME DE SJOGREN.

Como é realizado o diagnóstico?

O diagnóstico da Síndrome do Olho Seco é realizado através do TESTE DE SCHIRMER, que consiste em medir a produção da LÁGRIMA, utilizando tiras de papel de filtro colocado debaixo da PÁLPEBRA inferior.

Qual o tratamento?

O tratamento de escolha para o olho seco é a utilização de inúmeros tipos de COLÍRIOS a base de lágrimas artificiais. Nos casos mais graves recomenda-se o fechamento parcial ou total dos canais lacrimais. O fechamento cria um reservatório de LÁGRIMA que permite que o olho permaneça úmido por um grande espaço de tempo. Antes do fechamento definitivo é realizado um teste de oclusão temporário para avaliação. É importante avaliar a causa para orientação do tratamento, e não provocar complicações mais graves para olho como lesões de CÓRNEA.

Fonte: IBC.gov

Agendamento de consulta via WhatsApp

(85) 98844-4945

Emergência e Urgência

Todos os Direitos Reservados © Oftalmoclinica 13 de Maio
Clinica Dr. José Nilson S/C Ltda | CNPJ: 12.209.664/0001-44
Av. 13 de Maio, 1806 – Fátima - Fortaleza - CE
Telefone: (85) 3243-4477 / (85) 3206.3000 CEP: 60.040-531 – Fortaleza - Ceará - Brasil